Edições

Nossa missão de acumular casulos de variadas constituições, desde os mais gosmentos textos sobre arte até a mais pútrida tirinha ou o mais asqueroso poema, continua. Contudo, após um ano de publicações erráticas no formato de um blog, resolvemos nos metamorfosear em uma linda mariposa periódica, que de dois em dois meses retornará, triunfante como as larvinhas da Mothra. Assim, compilamos tudo que foi postado até hoje em uma magnânima “Edição #0”.

Quer ler um haiku homoerótico? Um artigo que compara a música dos Ramones a poesia concreta e pop art? Quem sabe a tradução de uma entrevista com Phil Solomon, um dos nomes mais importantes do cinema experimental estadunidense? Bom, pra tudo isso e muito mais é só clicar no retângulo avermelhado abaixo, a capa da “Edição #0”, que conta os belos pixels de nossa designer Patrícia Pinheiro. Daí, você pode ir rolando infinitamente para baixo, “folheando” as postagens, ou simplesmente navegar pelo índice e clicar no que quiser, ou utilizar os temas ao lado para ler os textos que se encaixam no seu interesse. E se estiver muito curioso, a barra de pesquisa está à disposição de concretizar seus mais estranhos desejos.

Agora, quer saber quando sai a segunda edição, que será apropriadamente nomeada “Edição #1”, do Casulos? Será no final de outubro! Ou seja, você, isso VOCÊ, pode mandar a sua contribuição para nosso e-mail, casulosblog@gmail.com até dia 10 de outubro! Tem algum quadrinho apodrecendo em sua gaveta? Pode ser também aquele ensaio sobre cinema de kung fu que está há meses criando teias em seu cérebro. Seja o que for, nós teremos o maior prazer de ler e considerar publicar em nosso singelo cupinzeiro de casulos.